Video 15 ANOS DA FEIJOADA DO SUAREZ

9 de fevereiro de 2021 Sem Comentários madson

Confira os bastidores da gravação de 15 anos da Feijoada do Suarez que aconteceu em Teresina-PI na casa de eventos Tasco,

Dr. Pessoa libera música em bares até meia noite e shopping até 22h

30 de janeiro de 2021 Sem Comentários madson

A prefeitura de Teresina publicou nesta sexta-feira (29/01) decreto municipal que dispõe sobre as medidas sanitárias para enfrentamento à pandemia de coronavírus na capital piauiense. O decreto tem validade até o dia 21 de fevereiro deste ano.

A legislação adequa o decreto do governo do Estado publicado na última terça-feira (26/01) às necessidades da cidade de Teresina. De acordo com o texto assinado pelo prefeito Dr Pessoa, o comércio em geral, como lojas e shoppings poderão funcionar por até nove horas diárias, por livre escolha de cada segmento empresarial, devendo cada estabelecimento informar à Superintendência de Desenvolvimento Urbano (SDU) de sua região, o horário de funcionamento, bem como afixar e divulgar em local visível.

No que se refere ao funcionamento dos bares e restaurantes, o texto permite a execução de música com som mecânico ou executada por banda ao vivo. Contudo, o texto não permite a prática da dança nesses locais. O objetivo da vedação é inibir aglomerações. Casas de shows e boates estão com as atividades suspensas.

Eventos privados, como  serviços de buffet, têm o funcionamento garantido, desde que respeitem as medidas apontadas no decreto.  A legislação também veda a realização de festas carnavalescas na cidade durante o período.

A fiscalização do cumprimento das medidas impostas ficará a cargo das respectivas SDUs e da vigilância sanitária. O descumprimento das normas pode resultar na aplicação de multa e até cassação do alvará de funcionamento do estabelecimento.

Veja o decreto:

Fonte: Prefeitura de Teresina

Prefeito Dr Pessoa decide não seguir decreto de W.Dias e flexibiliza: bares podem ter show ao vivo

28 de janeiro de 2021 Sem Comentários madson

O prefeito Dr Pessoa (MDB) decidiu não seguir o decreto do governador Wellington Dias (PT) e vai flexibilizar as restrições impostas pelo decreto do Governo do Estado. O secretário de Comunicação de Teresina, Lucas Pereira, subiu em um carro de som, usado por manifestantes da classe artista, em frente a Prefeitura e fez o anúncio. O decreto de Dr Pessoa deve ter maior flexibilização em relação ao do governador Wellington Dias e permitir música ao vivo em bares e restaurantes.

Secretário de Comunicação Lucas Pereira durante anúncio da flexibilização do funcionamento do comércio em Teresina (Foto: Reprodução/Instagram)

REUNIÃO

Acabou por volta das 12h a reunião entre o prefeito Dr Pessoa e o secretariado sobre o decreto que deve ser publicado nas próximas horas acerca das medidas restritivas que serão aplicadas em Teresina, devido ao aumento no número de casos de Covid-19 na cidade. À TV Cidade Verde, o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Gilberto Albuquerque, disse que apresentou a todos os presentes na reunião a situação que Teresina está com relação aos casos do novo coronavírus.

“Esclareci a situação grave que a Saúde se encontra. O COE forneceu informações técnicas, a Vigilância Sanitária falou sobre as dificuldades e os empresários do setor econômico ofereceram seus argumentos. Agora, o setor jurídico está reunido para tirar uma conclusão com base no que foi discutido na reunião. Para encontrar um ponto mais justo e adequado para Teresina. 

Dr Pessoa reunido com o secretariado para decidir sobre as medidas protetivas contra a proliferação da Covid-19 em Teresina (Foto: Divulgação/PMT)

Já o presidente do Sindlojas, Tertuliano Passos, disse que durante a reunião solicitou ao prefeito que a Prefeitura de Teresina colocasse no decreto uma flexibilização no horário de atendimento. “Ele entendeu a nossa solicitação de que quanto maior o período de fazer o atendimento, melhor para o consumidor, para não ter aglomeração dentro da loja”, frisou.

ENTENDA: Dr Pessoa quer ouvir classes antes de anunciar decreto com restrições em Teresina, explica secretário

MANIFESTAÇÃO DA CLASSE ARTISTICA

Artistas, produtores musicais, técnicos de iluminação e outros profissionais do ramo do entretenimento realizaram, na manha desta quinta-feira (28/01), uma manifestação na avenida Frei Serafim, no Centro de Teresina. O protesto é contra o decreto assinado pelo governador Wellington Dias, que proíbe a realização de eventos em bares e casas noturnas, como medida de contenção da proliferação do novo coronavírus.

“Todos aqui possuem família e dependemos dos eventos para trabalharmos. Decidimos fazer essa manifestação para sermos ouvidos e tentarmos a liberação para trabalharmos. Muitos aqui estão com dificuldades e o único jeito é lutar pelos nossos diretos”, criticou a cantora Japa.

Fonte: ALLISSON PAIXÃO – www.oitomeia.com.br

Prefeito reúne setores e discute pontos de decreto estadual sobre restrições

28 de janeiro de 2021 Sem Comentários madson

O prefeito de Teresina, Doutor Pessoa, reuniu na manhã desta quinta-feira (28) equipes do governo municipal, membros do Comitê de Operações Emergenciais (COE), representantes da saúde do setor privado, membros do segmento econômico como empresários, além de representantes de bares e restaurantes, da indústria e comércio de Teresina para discutir o posicionamento do município em relação às restrições impostas por decreto do governo do Estado sobre o funcionamento das atividades comerciais na cidade.

Segundo o prefeito Doutor Pessoa, a intenção do município é flexibilizar as medidas restritivas já impostas pelo decreto estadual como horários de funcionamento do comércio, shoppings, além da permissão de música ambiente e ao vivo em bares e restaurantes. Outro ponto acertado foi a ampliação da fiscalização para o cumprimento do decreto.

O prefeito Doutor Pessoa falou da importância de, antes de publicar um decreto municipal, dialogar com todos para uma conversa harmônica e democrática. “Nós vamos ampliar o contato com restaurantes, comércio, deixar mais liberdade e intensificar a fiscalização obedecendo os protocolos da Organização Mundial de Saúde”, ressaltou enfatizando que ainda hoje o decreto será publicado pelo Palácio da cidade.

O vice-prefeito e secretário de Finanças, Robert Rios, falou da importância de se conversar com todos os atores envolvidos nesse processo de flexibilização e de se achar uma meio termo para todos.

“Temos que achar um meio termo que não prejudique a cidade, que não crie colapso na saúde, que todos os empresários possam entender que eles não podem funcionar como vinham funcionando antes da pandemia, tem que ter um distanciamento maior. Tanto a ciência vale para saúde como vale para o comércio. Temos que achar uma saída inteligente e isso passa pela conversa, pelo diálogo”, disse Robert Rios.

Fonte: pmt.pi.gov.br

Classe artística não libera trânsito na principal avenida da cidade – Foto: Raíssa Morais

28 de janeiro de 2021 Sem Comentários madson

Classe artística não libera trânsito na principal avenida da cidade – Foto: Raíssa Morais

Na manhã desta quinta-feira, 28 de janeiro, um grupo de artistas realiza uma manifestação na Avenida Frei Serafim, no Centro de Teresina, em protesto contra as restrições de horários estabelecida no novo decreto do Governo do Piauí publicado na última terça.

Na decisão, bares e restaurantes só poderão funcionar até às 23h, sendo proibida a utilização de som ambiente, seja através de música ao vivo, som mecânico ou instrumental.

 

O cantor de samba Robert Clayson, que há 25 anos é artista de Teresina declarou que a classe é uma cadeia produtiva e precisa trabalhar.

“A classe artística que já é sofrida têm toda consciência de que estamos passando por um período complicado de uma grave crise sanitária no Brasil e em Teresina, mas também precisamos trabalhar, precisamos ter oportunidade de compartilhar nossa arte. O oxigênio que está faltando em grande parte do Brasil não pode faltar para os artistas. A gente conclama e pede um pouco de sensibilidade das autoridades, do COE, ao governo municipal e estadual que procure uma forma de ajudar a classe porque é toda uma cadeia produtiva, são os garçons, produtores, cozinheiros, músicos, roadies, enfim, grandes trabalhadores que tem que levar o seu sustento, criar seus filhos”, afirmou.

A manifestação na principal Avenida de Teresina é pacífica, mas interdita todo o trânsito na região, causando congestionamento e irritação dos motoristas.

Segundo ele, a classe quer apenas se adequar ao decreto. “Existe uma flexibilização da questão do horário, nós temos que se adequar ao protocolo, a gente pode sim tocar com o número reduzido, tendo todo o cuidado e com o horário estabelecido, o que a gente não pode é passar necessidade, estamos pedindo ao poder público que olhem com sensibilidade”, disse.

Fonte www.meionorte.com.br

Foto: Raíssa Morais

COMEMORATIVA 15 ANOS FEIJOADA DO SUAREZ.

25 de janeiro de 2021 Sem Comentários madson

Vem ai a festa mais esperada de Teresina, comemorativa dos 15 anos feijoada do suarez nesse sábado dia 30 de janeiro a partir das 14horas você e nosso convidado para curtir essa super Festa, Seguindo todos os protocolos de segurança.

Governador Wellington Dias suspende carnaval e pontos facultativos devido à Covid-19

19 de janeiro de 2021 Sem Comentários madson

O coordenador do COE, médico José Noronha, reiterou sobre a necessidade de ampliação de leitos e foi enfático quanto ao aumento de casos

O governador Wellington Dias se reuniu, nesta terça-feira (19), com o Comitê de Operações Emergenciais (COE) de combate à Covid-19 para discutir sobre a vacinação no Piauí, bem como a criação de um observatório de monitoramento pós-vacina e da mutação do coronavírus, o crescimento dos números de casos, a ampliação de leitos, as restrições no carnaval e ainda a volta às aulas.

De acordo com o chefe do Executivo estadual, as doses de vacinas que chegaram nesta segunda-feira (18) ao Piauí são suficientes para a primeira e segunda doses do grupo prioritário, mas já está articulando a liberação de mais doses para o estado. “Em reunião com a equipe técnica, colocamos uma orientação que vai valer para os 224 municípios do Piauí. Cada vez que uma pessoa tomar uma vacina, vai ficar a segunda dose reservada para daqui a 21 dias. É claro que queremos o máximo de vacinação, mas garantindo a segurança da primeira dose sem perder um prazo da segunda dose. Ao mesmo tempo, estou tratando pelo Fórum Nacional dos Governadores para, junto ao Ministério da Saúde, agilizar mais liberação de vacina, especialmente do Butantan para que a gente possa garantir complemento vacinando mais pessoas. Já temos quatro milhões de doses prontas e queremos utilizar essas doses”, afirmou Wellington Dias.

Após tomar a vacina, a pessoa será monitorada quanto a efeitos colaterais. Esse trabalho será realizado pelo observatório pós-vacina, cuja implantação também foi também foi pauta da reunião. “O Piauí instalou o seu observatório pós-vacina. É uma equipe técnica, que, na mesma forma que funcionou no modelo Monitora Covid. Ele vai, diretamente, através da Rede de Saúde, a partir de onde a pessoa tomar a vacina, para garantir atendimento em caso de qualquer efeito colateral. A outra alternativa é por telemedicina, no qual haverá uma equipe de plantão, por meio do Programa Monitora Covid, para que a pessoa possa tratar diretamente com a equipe médica a qualquer hora do dia ou da noite para o pós-vacina”, destacou o governador.

O Piauí também vai monitorar a nova mutação do coronavírus em seu território. “O Piauí organiza o seu observatório com a presença de especialistas de diferentes áreas para acompanhar a mutação do coronavírus, bem como a realidade no nosso estado. Queremos estar integrados com um conjunto de cientistas do Brasil acompanhando a mutação do coronavírus e, é claro, a partir do conhecimento técnico, adotar as medidas adequadas. Espero que a gente não tenha nenhuma mutação que venha mudar os procedimentos de tratamento, de vacina e de exames, mas o Piauí quer estar na linha de frente acompanhando essa mutação”, ressaltou Dias.

Aumentos de leitos Covid-19

O aumento do número de casos de Covid-19 e, consequentemente, de internações resultantes das festividades de final de ano, preocupa o gestor estadual. Por isso, Wellington Dias autorizou a implantação de mais 40 leitos na rede hospitalar. “Infelizmente, como já era esperado, tivemos, entre o Natal o Ano Novo, um número grande de pessoas que não seguiu o protocolo. O resultado foi o crescimento na transmissibilidade do coronavírus, assim como o aumento de pessoas doentes o aumento na ocupação de leitos em algumas regiões do estado. Por isso, aprovei a ampliação de mais leitos. São mais 40 novos leitos que ficarão disponíveis no município de Teresina, Oeiras e em outras regiões do estado. O objetivo é garantir que nenhuma região entre em colapso, ao mesmo tempo, fica o alerta para o cumprimento das regras, do uso da máscara, higienização das mãos, afinal não é porque já começou a vacinação que o coronavírus desapareceu”, frisou Wellington Dias.

O coordenador do COE, médico José Noronha, reiterou sobre a necessidade de ampliação de leitos e foi enfático quanto ao aumento de casos. “O que temos são consequências da exposição da população no réveillon. Hoje, já estamos há uma semana com aumento de média móvel de casos de 30% a 40% por dia e estamos vivendo uma situação com a taxa de ocupação de leitos de UTI de 66% em todo o estado. Se levarmos em consideração apenas a capital Teresina, temos 73% de taxa de ocupação; níveis de alerta. Então, nossa maior preocupação é reorganizar a Rede de Saúde para ampliar essa quantidade de leitos, mas temos uma séria dificuldade com relação a espaço físico e equipes de saúde, que estão exaustos, por isso precisamos do auxílio da população”, disse.

Carnaval

Para evitar aglomerações e colapso na Rede de Saúde, o governador decidiu pela não realização de eventos carnavalescos no Piauí, bem com suspendeu os pontos facultativos da segunda-feira de carnaval e da Quarta-Feira de Cinzas. “Este ano, estamos adotando a medida da não realização de eventos carnavalescos porque temos uma situação em que há alta transmissibilidade, alto risco e ampliação do adoecimento. Isso poderia levar colapso a algumas regiões de saúde, portanto, é melhor evitar. Já começamos a vacina, temos condições de até o mês de junho avançar na imunização no Piauí e no Brasil. A gente já suportou até aqui, então estou suspendendo o ponto facultativo da segunda e na quarta-feira de carnaval e vamos garantir que as pessoas possam cumprir o protocolo. Todas as equipes de vigilância em saúde e segurança, Estado, Município e Federal, todos estaremos integrados para salvar vidas”, afirmou.

Volta às aulas

Dias irá manter a decisão em relação às aulas presenciais. “Tomamos a decisão de manter o protocolo em relação à educação. O Estado não define data, o Estado define, como em outras áreas, as regras. O protocolo cabe a cada uma das unidades apresentar seu plano de retomada, no qual será submetido ao comitê emergencial Covid-19 e, com base científica, se tem ou não a autorização. Está mantido, portanto, a regra do protocolo assinada no último decreto”, ressaltou.

Fonte: www.pi.gov.br

Confira a lista dos estabelecimentos de Teresina que tiveram eventos suspensos pelo Judiciário

19 de janeiro de 2021 Sem Comentários madson

Após ação do MPPI, Judiciário determina a suspensão de eventos em seis estabelecimentos de Teresina

A 1ª Vara dos Feitos da Fazenda Pública da Comarca de Teresina deferiu os pedidos do Ministério Público do Piauí em ação movida pela instituição para evitar a realização de eventos com aglomeração de pessoas em seis bares e restaurantes da capital do estado. A decisão judicial saiu na noite de ontem, 18. A ação foi movida pela 29ª Promotoria de Justiça de Teresina na última sexta-feira.

O juiz Aderson Nogueira determinou a suspensão imediata da eficácia do ato que autoriza a realização de festas organizadas pelas empresas:

  • Jeitinho Produções
  • Flip Eventos
  • 309 Bar
  • Restaurante Quinta do Visconde
  • The Lounge
  • Moon Pub House

Na ação civil pública, o promotor de Justiça Eny Pontes explicou que esses estabelecimentos estão organizando eventos nos quais há o potencial para concentrar grande público; situação que pode facilitar a disseminação do novo coronavírus entre os participantes desses eventos. Por isso, o membro do MPPI ingressou com a ação solicitando a suspensão dessas festas.

Outros pedidos atendidos pelo Judiciário foram a fixação de multa no valor de R$ 50 mil reais; e o envio de ofício às Polícias Militar e Civil, à Vigilância Sanitária, ao Conselho Municipal de Saúde e à Guarda Municipal de Teresina, para que fiscalizem e impeçam a realização de festa de carnaval, no dia 23 de janeiro de 2021 ou em qualquer outra data, nos estabelecimentos réus da ação até decisão posterior.

As empresas e o município de Teresina serão intimados para apresentar suas defesas ao Poder Judiciário respectivamente nos prazos de 30 e 15 dias uteis.


Fonte: MP-PI – Ministério Público do Estado do Piauí – MPPI